domingo, 17 de junho de 2007

Don't Stare at Me


Pic by scottjamesprebble

De masinho aproximou-se
com o receio
e curiosidade inerte
de uma criança.

Foi estudando o meu corpo
membro a membro,
pedaço a pedaço
conhecendo-me e adivinhando-me.

Descobriu os meus olhos,
a minha voz,
os meus lábios,
os meus gestos.

Adivinhou os meus ombros,
a minha barriga,
os meus pés,
os meus seios,
as minhas pernas
por baixo da roupa e dos sapatos.

E, de mansinho,
ofereceu-me
um daqueles sorrisos
irresistivelmente encantadores
e sedutores.

4 comentários:

Lu@r disse...

Este blog está divino.
Adoro cada vez mais estar aqui.
Em ti...

Se fechar os olhos consigo, ouvir os teus dedos a acariciar o teclado.

Consigo...

"Um sonhador"
Beijo doce

Freyja disse...

ME ENCANTO ESTE BLOG
la verdad que lo que hagas siempre lo haces LINDO AMIGA
FELICITACIONES, para dejar hablar el alma de trsiteza y de alegria en el dia a dia
una hermosa semana y que estes muy bien
mil besitos

(tu amiga fiel)

besos y sueños

Bill disse...

E de mansinho tudo se transforma...
Como uma doce brisa noturna fazendo a alma bailar...

Simplesmente belo. Tenhas uma escrita doce a apimentada ao mesmo tempo.
Adorei seu espaço.

Tenhas uma ótima semana.

:*

Jardim Proibido disse...

Aproximar, estudar, descobrir, adivinhar, oferecer...
No fundo, uma sequência de coisas boas.