segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

mais [tarde]

Mais tarde será tarde e já é tarde.
O tempo apaga tudo
menos esse
longo indelével rasto
que o não-vivido deixa.


Sophia de Mello Breyner Andersen

1 comentário:

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Preferivel provar o agridoce que nunca lhe saber o sabor.